Parking News

Geral

Segurança do início ao fim

10/04/2018


Voltar


shoppingsalvador-278

Hoje, o maior gerador de receita de um shopping center é o estacionamento, superando, inclusive, as lojas âncoras. São mais de 897 mil vagas espalhadas pelos 5 71 empreendimentos do País. É um serviço que mudou muito nos últimos anos com o emprego da automação e, cada vez mais, as empresas investem em tecnologia e arquitetura. A operação inteligente ainda gera dados analíticos interessantes para o shopping, como fluxo de veículos, horários de pico, taxa de ocupação e tempo de permanência dos usuários. Consultamos as principais empresas do segmento para mostrar o que há de mais novo em tecnologia.

Líder no segmento

Para conhecer de perto como funciona a gestão de um estacionamento, a Revista Shopping Centers aceitou o convite da Indigo e visitou seu Centro de Gestão e Administração Nacional, localizado em Porto Alegre, RS. Líder do segmento no país, a empresa conta com 89 operações em shoppings, totalizando 128 mil vagas. Entre seus clientes, estão os grupos Sá Cavalcante, Partage, BRMalls e Sonae Sierra.

O Shopping Parque D. Pedro, que tem o segundo maior estacionamento entre os malls do País, com 8 mil vagas, é administrado pela Indigo. "Para2018, ameta é abrir cerca de 30 operações, tendo como foco principal shoppings e hospitais. Trabalhamos na linha de menor resistência, e a tomada de decisão de um shopping c ente r para assumir a gestão é bem mais rápida, levando, às vezes, apenas três dias. Com hospitais, há casos que estou negociando faz três anos. Além disso, o shopping é mais resiliente à crise. No ano passado, o fluxo cresceu 6% nestes pontos", afirma Roque Perachi, CDO do grupo. Para que pudesse atender em qualquer área do país, a Indigo investiu muito em tecnologia nos últimos cinco anos e profissionalizou todos os processos. Desta forma, o cliente consegue acompanhar a gestão de seu escritório central.

Um dos principais diferenciais é o Connecpark 3.0, uma central de monitoramento que funciona 24 horas por dia e controla 70% dos 190 estacionamentos administrados pela empresa. O local conta com o serviço do sistema Park Alarm, que permite a identificação do acesso de veículos suspeitos. "Com essa base cadastrada, quando esse automóvel acessa o estacionamento, um alarme é disparado para a central e o gestor do empreendimento é avisado. Como os colaboradores não são agentes de segurança, a orientação é apenas que fiquem próximo ao local. Em pouco tempo, este motorista vai embora. Com esta tecnologia, a empresa conseguiu reduzir o número de sinistros ocasionados por esses carros suspeitos", explica Perachi.

No caso de sinistro, o monitoramento por câmeras também ajuda a identificar se foi ocasionado dentro do estacionamento. Depois de sua abertura, o prazo para fazer o levantamento e dar uma resposta é de quatro dias. Além disso, há o Park Auditor System, que controla as rotinas operacionais e proporciona a redução média de 30% do número de fraudes e sinistros.

A Indigo mantém um departamento de arquitetura, o que deixa o projeto mais personalizado, e consegue resolver problemas de fluxo e sinalização de espaços já existentes. De acordo com Perachi, este modelo de estacionamento automatizado de hoje deve permanecer por mais 20 anos, haja vista o Brasil ser carente em infraestrutura, apesar de ter evoluído bastante recentemente. "Para o futuro, o acesso será o hands free e o lojista terá a possibilidade de isentar a taxa de estacionamento mediante compras."

Administração com excelência

Detentora de uma das maiores plataformas de estacionamentos do Brasil, a PareBem é responsável pela gestão de cerca de 100 mil vagas distribuídas por 180 operações em 3 5 cidades do Brasil. No setor de shoppings, são 27 unidades, que somam 35 mil vagas. "Oferecemos a automação completa da operação que vai convergir para um modelo de controle a distância. O nosso Centro de Controle Operacional monitora remotamente e controla toda a operação das nossas garagens", diz Marcelo Nunes, CEO da PareBem.

Isso traz mais agilidade, melhor comunicação, mais segurança e a certeza de solução rápida de qualquer ocorrência. Ações como emissão de segunda via de tíquete, abertura de cancelas, entre outras, são feitas remotamente pela central. O uso da tecnologia também garante transparência e acompanhamento de resultados, com informações em tempo real. Segundo Nunes, o segmento de shopping centers é o que apresenta maior índice de profissionalização na gestão dos estacionamentos, por proporcionar conforto e segurança para os usuários e por ser uma parcela significativa da receita. "Foi o que mais investiu e o que mais evoluiu nos últimos anos, por isso está sempre aberto e é o primeiro a adotar inovações. "Em 2017, os estacionamentos administrados pela empresa em shoppings apresentou um crescimento médio de 10% no fluxo."

Alta tecnologia

Com mais de mil sistemas instalados no Brasil, sendo 350 em shopping centers, a WPS tem lançado vários produtos e soluções inovadoras. Segundo Felipe Leandro de Macedo Soares Ferreira, gerente de marketing e vendas, a empresa desenvolveu um portfólio único de soluções para shoppings, que precisam de fornecedores com expertise e solidez empresarial e exigem qualidade e confiabilidade. Para melhorar a segurança, oferece uma solução de reconhecimento de placas, que traz benefícios como acesso sem cartão de usuários credenciados, controle e reemissão de tickets perdidos e cadastramento de placas indesejada.

O sistema também é integrado com diversas empresas terceirizadas, gerando mais controle e confiabilidade na operação, evitando fraudes e aumentando a receita. Temos ainda o /ive operator, que permite monitorar diversas operações por meio de uma central de controle, com imagens das câmeras, comunicação via Voip para atendimento aos clientes e acionamento dos terminais e cancelas remotamente. Com ele, é possível reduzir o custo operacional e ainda ter o controle total dos estacionamentos gerenciados", afirma Ferreira. Para gerar receita extra, a WPS ainda tem o MídiaPark, que permite a publicação de vídeos promocionais nos terminais do estacionamento, e um dispositivo Android, que possibilita a validação de tickets nas lojas e a contabilização das ações via relatório gerencial, cujo funcionamento é on-line. "Para isso, basta o lojista adquirir o dispositivo com o shopping pelo período da sua ação promocional e definir o tipo de validação para estar pronto para proporcionar mais conforto para seus clientes."

Em expansão

Há três anos no Brasil, a Skidata possui sistemas em operação em três shopping centers e alguns ainda em fase de implantação. No mundo, tem mais de 4 mil instalações em empreendimentos. Como o setor traz muita visibilidade, a empresa tem a intenção de crescer neste segmento por aqui. Entre os lançamentos mais recentes, destacam-se os módulos de serviços, que aumentam a conveniência operacional e tornam o uso de equipe mais eficiente. Segundo Paulo Roberto Bonfim, diretor comercial, eles ainda proporcionam redução de gastos com TI, manutenção e upgrade.

É uma empresa que oferece diversas tecnologias, como sistema para reserva de vagas, geração e envio de tickets eletrônicos e credenciais interativas, aplicação de abonos e descontos de tarifa de forma digital, relatórios com diversos dados e plataforma de fidelidade. 'Temos um grande portfólio também para formas de pagamento com equipamentos, plataformas mobile e sistemas integrados, garantindo alto nível de eficiência, segurança de dados financeiros e conveniência aos usuários São soluções de alta tecnologia e qualidade certificada (ISO 9001 e ISAE 3402), que geram os resultados esperados. Nossos clientes obtêm mais lucratividade nas operações e convivem em um ambiente de excelência operacional", diz Bonfim. Para complexos multiusos, oferecem combinação do acesso por meio de múltiplas mídias, possibilidade de integração e validação sistêmica de vários estabelecimentos e ferramentas de gestão.

Novas soluções de automação

Presente em mais de 160 shoppings, a Nepos lançou, recentemente , o software de gestão Luminus, uma plataforma baseada na web, compatível com os requisitos de hardware e software do Spacenet, que suporta as mais novas versões de sistema operacional e banco de dados, além de adotar rigorosos critérios de segurança e auditoria. "É um programa que otimiza a operação, o monitoramento e a gestão dos estacionamentos a partir de um só local, acessível a partir de um navegador web do seu computador, notebook ou tablet", afirma Gerardo Gómez, gerente comercial.

Além disso, a empresa colocou no mercado uma estação automática que permite validar cartão avulso, revalidar mensalistas e fazer recarga de pré-pagos, mediante pagamento com dinheiro ou cartão. O equipamento tem tecnologia de reciclagem tanto de moedas como de notas, utilizando módulos compactos e seguros. O abastecimento de dinheiro é realizado sem abrir o cofre e a emissão de relatório de movimentação é automática. “Temos equipe própria de desenvolvimento de hardware e software, o que permite adaptações ou customizações específicas num curto prazo. Temos ainda suporte e serviços de pós-vendas, com corpo técnico próprio nas principais capitais do país, grande estoque de peças de reposição e pessoal altamente qualificado", diz Gómez.

Tecnologia nacional

Atuante em todas as regiões do Brasil, a Embratecc também traz muitas soluções que tornam o uso do estacionamento inteligente. Segundo Tiago Ferreira, CEO da empresa, ter os produtos inseridos no segmento de shopping center faz com que o departamento de inovações atue de forma contínua para se antecipar às necessidades deste setor tão exigente. Entre os serviços, destacam-se o sistema de captura de placas por meio de câmeras OCR. "Ele permite a identificação do acesso de veículos que possuem restrições registradas. Além de dispor de tecnologia de ponta para garantir uma alta precisão na leitura de placas no seu estabelecimento, detecta os veículos suspeitos, disparando um alerta na central de segurança e controle."

A empresa também oferece um sistema de gerenciamento de monitoramento em tempo real, cujas principais funcionalidades são o cadastro de veículos credenciados, relatórios financeiros, estatísticas de permanência e movimentação e índices de ocupação de pátios. Para os complexos multiuso, a Embratecc tem diversas formas de integração para utilização de convênios com o estacionamento, desde ponto de vendas até liberação via QR Code, trazendo, assim, mais comodidade e segurança para os clientes.

Fonte: Revista Shopping Centers - 01/03/2018


Outras matérias da edição


Sob nova direção, cidade não deve ter alterações nos estacionamentos

Por Jorge Hori*A Prefeitura de São Paulo está sob nova direç&a (...)


Liminar pode suspender ou adiar 88 empreendimentos imobiliários em SP

Um total de 88 projetos imobiliários pode ter o lançamento suspenso ou postergado na cidade de São Paulo caso seja (...)


Estacionar é um drama para campineiros (SP)

A falta de opções para estacionar em vias públicas e a insegurança levam os motoristas a “optar (...)


Quanto custa estacionar na cidade de São Paulo?

Segundo levantamento do Detran, no mês de fevereiro de 2018, um total de 29,3 milhões de veículos foram contabiliza (...)


Executivos divergem sobre demanda por Pacaembu (SP)

Executivos que trabalham no processo de concessão do Pacaembu deram respostas diferentes ao serem questionados sobre (...)


Excelente negócio

Impressionante o avanço de multinacionais de estacionamentos sobre o mercado brasileiro, sinal de que é um excele (...)


Estacionamentos particulares mudam estratégia por causa da Zona Azul (Sorocaba)

A maior oferta de vagas rotativas, chamadas de Zona Azul, na região central de Sorocaba tem orientado proprietários (...)


Motoristas poderão pagar Zona Azul com cartão (Piracicaba)

A Estapar, administradora da Zona Azul Digital, anunciou dia 4 a instalação de um terminal de autoatendimento n (...)


Inspeção veicular é adiada por tempo indeterminado

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) decidiu suspender, por tempo indeterminado, a resolução nº 716, de 30 de nove (...)


Vendas de veículos usados crescem 1,2% no 1º trimestre

Ao contrário do mercado de veículos novos, que registrou forte reação no primeiro trimestre, a venda de u (...)


Área Azul será ampliada no Centro (Araraquara/SP)

A Área Azul Digital de Araraquara tem 115 novas vagas na região central desde o dia 2. Destas vagas novas, 100 (...)


Estacionamentos privados lotam no primeiro dia de cobrança na Zona Azul (Içara/SC)

Para fugir da cobrança de R$ 1,80 por hora e do limite do estacionamento por 2h, Bruno Alves optou por con (...)


Município conta com novo sistema de Estacionamento Rotativo (Carlos Barbosa/RS)

Carlos Barbosa conta com um novo sistema de Estacionamento Rotativo. A Zona Azul está sendo cobrada desde o dia 9. (...)


Sistema de estacionamento rotativo em Gravataí é referência para outros municípios (RS)

Gravataí já é uma referência no Estado no que diz respeito à modernização tecno (...)


Capital aguarda decisão judicial sobre parquímetros (Porto Alegre)

Ainda não há previsão para que uma empresa assuma a administração e a gerência dos (...)


Lei obriga estacionamentos de Alagoas a se responsabilizar por objetos deixados nos veículos

O governador de Alagoas, Renan Filho (MBD), sancionou uma lei segundo a qual os estacionamentos são obrigados a se (...)


Ford começa a vender Mustang no Brasil

Quem tem entre 10 e 20 anos aprendeu a gostar dele nos videogames. Se está na casa dos 30 talvez goste só por gostar. Os de 4 (...)


Cadastre a sua empresa no Sindepark

Clique Aqui