Parking News

Geral

Estacionar é um drama para campineiros (SP)

10/04/2018


Voltar


estacionamentomt-284

A falta de opções para estacionar em vias públicas e a insegurança levam os motoristas a “optarem” por deixar seus carros em estacionamentos, enquanto realizam diversas atividades, de ordem profissional ou não. Um levantamento realizado pela plataforma de descontos on-line Cuponation indicou que o gasto médio pelo serviço em Campinas é de R$ 7,75 por hora e R$ 209,00 para os motoristas que têm planos mensais nos estabelecimentos. Se comparado a São Paulo, Capital do Estado, o valor por hora é 22,5% inferior.

Já em relação a Santos — maior cidade do Litoral — é apenas 3% menor. A média, no entanto, é 30% superior à praticada em Ribeirão Preto. Essas estimativas refletem em um universo de 918.705 veículos, que representam a frota contabilizada pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) na cidade até fevereiro do passado. O órgão aponta ainda que em outubro de 2017 havia 566.488 condutores com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ativa no município.

Em 22 de setembro do ano passado, a Prefeitura de Campinas sancionou uma lei que determinava que fosse cobrado apenas o tempo que o veículo permanecesse no local, evitando a aplicação da “hora cheia”.

Na oportunidade, o Sindicato das Empresas de Garagens e Estacionamentos do Estado de São Paulo (Sindepark) informou que iria à Justiça por compreender que a proposta era inconstitucional. Essa visão não é compartilhada pelo vereador José Carlos Silva (PSB), autor da lei, que interpreta que a nova norma iria corrigir um erro, que infringe o Código do Consumidor. Em 9 de novembro de 2017, entretanto, uma liminar conseguida pela Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) suspendeu a lei.

A entidade temia ser prejudicada no futuro, uma vez que não era parte do texto inicial da regulamentação. “Nós entramos com uma ação e vamos brigar para que esse absurdo seja corrigido. Os shoppings estavam fora, mas vamos mudar a lei para incluí-los também. As pessoas não devem ser obrigadas a pagar um valor sendo que não usufruíram do serviço em sua totalidade”, comentou o parlamentar.

Composição de preço depende de vários fatores

O Sindicato das Empresas de Garagens e Estacionamentos do Estado de São Paulo (Sindepark) explica que a tabela de preços de cada estacionamento, além de ser resultado da planilha de custos, está intrinsecamente relacionada às condições imobiliárias do mercado e às particularidades do imóvel.

Por isso, a estrutura de receita e de custos, e consequentemente o preço final ao consumidor, variam de um estabelecimento para outro, mesmo quando pertencem à mesma empresa.

A instituição diz ainda que “a falta de conhecimento sobre sua complexidade operacional pode levar à equivocada impressão de que a atividade é um verdadeiro paraíso da prestação de serviços, que exige investimentos baixos e resulta em farta receita. Mas, como em qualquer outra atividade, os preços do serviço resultam de uma combinação que determinam os custos da unidade”.

Fonte: Correio Popular - Campinas - 08/04/2018


Outras matérias da edição


Sob nova direção, cidade não deve ter alterações nos estacionamentos

Por Jorge Hori*A Prefeitura de São Paulo está sob nova direç&a (...)


Liminar pode suspender ou adiar 88 empreendimentos imobiliários em SP

Um total de 88 projetos imobiliários pode ter o lançamento suspenso ou postergado na cidade de São Paulo caso seja (...)


Quanto custa estacionar na cidade de São Paulo?

Segundo levantamento do Detran, no mês de fevereiro de 2018, um total de 29,3 milhões de veículos foram contabiliza (...)


Executivos divergem sobre demanda por Pacaembu (SP)

Executivos que trabalham no processo de concessão do Pacaembu deram respostas diferentes ao serem questionados sobre (...)


Segurança do início ao fim

Hoje, o maior gerador de receita de um shopping center é o estacionamento, superando, inclusive, as lojas âncoras. S (...)


Excelente negócio

Impressionante o avanço de multinacionais de estacionamentos sobre o mercado brasileiro, sinal de que é um excele (...)


Estacionamentos particulares mudam estratégia por causa da Zona Azul (Sorocaba)

A maior oferta de vagas rotativas, chamadas de Zona Azul, na região central de Sorocaba tem orientado proprietários (...)


Motoristas poderão pagar Zona Azul com cartão (Piracicaba)

A Estapar, administradora da Zona Azul Digital, anunciou dia 4 a instalação de um terminal de autoatendimento n (...)


Inspeção veicular é adiada por tempo indeterminado

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) decidiu suspender, por tempo indeterminado, a resolução nº 716, de 30 de nove (...)


Vendas de veículos usados crescem 1,2% no 1º trimestre

Ao contrário do mercado de veículos novos, que registrou forte reação no primeiro trimestre, a venda de u (...)


Área Azul será ampliada no Centro (Araraquara/SP)

A Área Azul Digital de Araraquara tem 115 novas vagas na região central desde o dia 2. Destas vagas novas, 100 (...)


Estacionamentos privados lotam no primeiro dia de cobrança na Zona Azul (Içara/SC)

Para fugir da cobrança de R$ 1,80 por hora e do limite do estacionamento por 2h, Bruno Alves optou por con (...)


Município conta com novo sistema de Estacionamento Rotativo (Carlos Barbosa/RS)

Carlos Barbosa conta com um novo sistema de Estacionamento Rotativo. A Zona Azul está sendo cobrada desde o dia 9. (...)


Sistema de estacionamento rotativo em Gravataí é referência para outros municípios (RS)

Gravataí já é uma referência no Estado no que diz respeito à modernização tecno (...)


Capital aguarda decisão judicial sobre parquímetros (Porto Alegre)

Ainda não há previsão para que uma empresa assuma a administração e a gerência dos (...)


Lei obriga estacionamentos de Alagoas a se responsabilizar por objetos deixados nos veículos

O governador de Alagoas, Renan Filho (MBD), sancionou uma lei segundo a qual os estacionamentos são obrigados a se (...)


Ford começa a vender Mustang no Brasil

Quem tem entre 10 e 20 anos aprendeu a gostar dele nos videogames. Se está na casa dos 30 talvez goste só por gostar. Os de 4 (...)


Cadastre a sua empresa no Sindepark

Clique Aqui