Parking News

Inteligência Estratégica

Pesquisa Origem Destino e impactos na atividade

18/12/2018


Voltar


aplicativotransito-468

Por Jorge Hori* - Os dados preliminares da pesquisa OD (Origem Destino) de 2017 - encerrada somente em 2018 - confirmam algumas percepções já colocadas aqui na coluna.

Os aplicativos ampliaram as viagens de carro, contribuindo para a piora do trânsito na Região Metropolitana de São Paulo, ao contrário da versão apregoada pelas empresas operadoras dos mesmos e "comprada" por muitos "especialistas".

Com os aplicativos, menos carros estariam em circulação, mas os que estão circulando ficam mais tempo nas ruas e assim rodando muito mais.

Um fenômeno também perceptível dentro da mobilidade urbana, mas não demonstrado nos dados preliminares, é do aumento das viagens intermodais, com o automóvel iniciando ou completando a viagem de coletivo, principalmente o metrô.

A redução média do tempo de viagem não decorre da eventual maior velocidade dos veículos no trânsito, mas da redução das distâncias, o que é um fator muito importante para a mobilidade: está ocorrendo a maior aproximação entre casa e trabalho.

Essa aproximação, no entanto, não seria uniforme, variando por regiões, mas os dados gerais ora divulgados não permitem essa identificação.

Essa aproximação tem um impacto sobre os estacionamentos, na medida em que reduz pela metade a necessidade de vagas por automóvel em circulação. O veículo precisa sempre de uma vaga na origem e outra no destino, utilizando-as em horários distintos.

Como o automóvel não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo, sempre uma das vagas fica desocupada, mas pode ser ocupada em regime de compartilhamento.

Com a maior aproximação da origem do destino, o automóvel pode ficar somente na vaga de origem, com as pessoas se movimentando a pé, por bicicleta ou por outros meios motorizados, como o patinete elétrico.

Essa redução de necessidade de vagas por automóvel será outro fator que poderá impactar negativamente o negócio estacionamento pago.

Apesar dos avanços tecnológicos e mudanças de hábitos, os dados da OD indicam que o impacto dessas é ainda pequeno, embora indiquem uma tendência forte.

As viagens por automóvel, conduzido pelo próprio "dono", aumentaram de 10,4 milhões, em 2017, para 11,3 milhões, enquanto as viagens por táxi, oficiais ou dos aplicativos, subiram apenas de 100 mil para 475 mil viagens diárias.

Em teoria, esse volume de viagens por automóvel com direção própria representaria uma demanda de vagas de destino, na Região Metropolitana de São Paulo, de 11,3 milhões de vagas.

Ainda é um enorme volume de vagas, mas os dados preliminares da pesquisa OD não identificam os locais de demanda delas. Será necessário esperar pelos dados completos e definitivos.

* Jorge Hori é consultor em Inteligência Estratégica e foi contratado pelo SINDEPARK para desenvolver o estudo sobre a Política de Estacionamentos que o Sindicato irá defender. Com mais de 50 anos em consultoria a governos, empresas públicas e privadas, e a entidades do terceiro setor, acumulou um grande conhecimento e experiência no funcionamento real da Administração Pública e das Empresas. Hori também se dedica ao entendimento e interpretação do ambiente em que estão inseridas as empresas, a partir de metodologias próprias.

NOTA:

Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do SINDEPARK.


Outras matérias da edição


Preparação para a mudança é essencial

Estamos na contagem regressiva para a chegada de mais um ano e, diante das mudanças que o País terá, é es (...)


Recesso de final de ano

Chegamos ao fim de mais um ano e o Sindepark faz um balanço positivo de sua atuação em prol dos associados, por meio da (...)


Divulgada pesquisa dos Jardins partes 2 e 3

Em continuidade ao levantamento sobre a atividade na região dos Jardins, o Sindepark divulgou os resultados relativo (...)


Ônibus perde espaço para metrô, trem e aplicativos nos deslocamentos em SP

O ônibus perdeu espaço na matriz de transporte da Grande São Paulo, enquanto os deslocamentos por metrô, trens (...)


Rodízio de veículos em SP será suspenso de 21 de dezembro a 13 de janeiro

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Transportes, suspenderá o rodízio municipal de ve&iacu (...)


Caminhar Pinheiros amplia fase de testes na Rua dos Pinheiros (SP)

  O projeto que propõe trocar vagas de estacionamento por áreas de segurança e passeio para pedestres será estendido até 15/02, com nova rodada de consultas à populaç (...)


IPVA fica mais barato, na média, em São Paulo; veja quanto você vai pagar em 2019

O IPVA  para São Paulo ficará mais barato em 2019. Em média, a diminuição nominal vai ser (...)


Motoristas terão redução de 71% no seguro obrigatório

O seguro obrigatório de veículos vai pesar menos no bolso dos donos de carros no ano que vem. O valor do DPVAT de automóveis (...)


Sem Parar e MultiPark se tornam parceiros nos estacionamentos da rede pelo Brasil

  Até junho de 2019, os 280 estacionamentos da MultiPark em 12 Estados vão contar com a tecnologia do Sem Parar, empresa (...)


Rota 2030 é sancionado com extensão de benefícios ao Nordeste, mas com vetos

A MP convertida em projeto de lei que institui o Rota 2030 foi sancionada como a lei nº 13.755 de 10 de novembro de 2018 e publicada no Di&aacut (...)


Empreendedorismo e inovação

  Tudo na China é superlativo. O país concentra a maior população global, com 1,4 bilhão de habitantes. A cada ano, a economia se aproxima um pouco mais da americana: o PIB chin&ec (...)


Espaços públicos de Fortaleza vão virar estacionamento (CE)

Até o fim deste mês, a Prefeitura de Fortaleza pretende lançar edital de licitação para trans (...)


Cadastre a sua empresa no Sindepark

Clique Aqui