Parking News

Geral

Mercado vê corte na Selic e eleva expectativa de PIB maior

05/12/2017


Voltar


calculadoralapis-489

O mercado manteve a expectativa de corte de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros nesta semana e continua vendo nova redução de 0,25 ponto em fevereiro, melhorando ainda a previsão de crescimento da economia em 2017, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira (4).

O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC anuncia amanhã (6) sua decisão de política monetária. Com o corte esperado pelos economistas no levantamento, a Selic terminaria o ano a 7 por cento, o que será seu menor patamar histórico.

Para 2018, permanece também a expectativa de corte de 0,25 ponto na taxa em fevereiro, com elevação na mesma proporção em dezembro, levando a Selic a terminar o próximo ano também a 7 por cento.

Pesquisa da Reuters mostrou que 49 de 50 economistas esperam que o Copom corte a Selic em 0,50 ponto agora, com a maioria esperando nova redução na reunião de fevereiro.

Entre aqueles que preveem mais afrouxamento monetário no início de 2018, 21 veem redução de 0,25 ponto percentual, a 6,75 por cento, e nove declínio de 0,50 ponto percentual.

O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, também vê corte de 0,50 ponto agora, mas calcula a taxa básica de juros no final do ano que vem em 6,5 por cento.

Em relação à a economia, a conta para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 foi elevada a 0,89 por cento, de 0,73 por cento, após os investimentos mostraram no terceiro trimestre o melhor desempenho em quatro anos.

O PIB do Brasil subiu 0,1 por cento entre julho e setembro passado sobre o segundo trimestre, terceiro período seguido de expansão, com a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) crescendo 1,6 por cento no período.

Para a inflação, a pesquisa semanal com uma centena de economistas passou a calcular a alta do IPCA em 2017 em 3,03 por cento, de 3,06 por cento no levantamento anterior.

Para 2018, permanece a expectativa de inflação de 4,02 por cento. A meta de inflação para ambos os anos é de 4,5 por cento com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual.

Fonte: Agência Brasil, 4 de dezembro de 2017


Outras matérias da edição


Estacionamentos e as tendências do setor imobiliário

Por Jorge Hori* A nova tendência do mercado imobiliário é o lançamento de e (...)


Sindepark convida para o Almoço com o Presidente

À frente de um dos sindicatos mais importantes no Estado de São Paulo, Marcelo Gait sabe o quanto é importante e (...)


O que o Sindepark pode fazer por sua empresa

A missão do Sindepark, como sempre afirmamos, é apoiar e auxiliar na gestão eficiente das empresas do seto (...)


FecomercioSP aponta aumento do faturamento do setor de serviços

Destacamos alguns resultados da Pesquisa Conjuntural do Setor de Serviços do Município de São Paulo, elaborada pela As (...)


STF decidirá sobre estacionamento grátis para idosos

A concessão, por leis estaduais, de gratuidade ou descontos em estacionamentos privados – como os de shopping centers – &eac (...)


Prefeitura quer terceirizar estacionamento regulamentado (Santos/SP)

A Prefeitura de Santos repassará à iniciativa privada os serviços relacionados à operação, (...)


Multas por desrespeito à Zona Azul disparam em 2017 (SP)

As multas por estacionamento irregular em vagas de Zona Azul dispararam na cidade neste ano. Entre janeiro e agosto, houve um aumento de 70% (...)


Projeto que fraciona cobrança dos estacionamentos é vetado (Passo Fundo/RS)

Por meio da alegação de inconstitucionalidade e vício formal, o Executivo vetou totalmente o Projeto (...)


EstaR chegará a 10,4 mil vagas (Maringá/PR)

A finalização da licitação dos radares de velocidade abriu caminho para a informatização (...)


Zona azul custará R$ 2 por hora em Balneário Camboriú (SC)

A prefeitura de Balneário Camboriú lançou o edital de licitação para contratar uma empresa para ge (...)


Os calos dos rotativos (Vitória/ES)

Com a implantação do estacionamento rotativo na Serra, que passou a operar dia 27 de novembro na avenida Cent (...)


Vendas de veículos crescem 10% até novembro

As vendas de veículos leves cresceram 10% no acumulado de janeiro a novembro na comparação com mesmo per (...)


Cadastre a sua empresa no Sindepark

Clique Aqui