Parking News

Inteligência Estratégica

Demanda dos estacionamentos

09/05/2018


Voltar


garagemdepredio-301

Por Jorge Hori*

Os estacionamentos pagos, como uma atividade econômica, sofreram com a crise econômica geral. Com a retomada do crescimento da economia, a expectativa é de que a atividade também volte a crescer.

A atividade depende de duas demandas principais: (a) do consumidor final que vai às compras, podendo ou não usar o seu carro particular; (b) dos trabalhadores que podem ou não ir com o seu carro para o local de trabalho.

Tanto um quanto o outro, ao utilizar o seu carro para a viagem, precisam de uma vaga para estacionar o seu veículo, próximo ao local de destino.

Não basta que ocorra um crescimento estatístico macroeconômico. É preciso que esse crescimento gere mais empregos e amplie a "massa salarial".

O crescimento macroeconômico engloba todo um conjunto diferenciado e o “pasteuriza", estabelecendo médias. Mas, na prática, cada caso tem impactos diferenciados.

Para os estacionamentos pagos, num primeiro momento, a repercussão mais imediata do crescimento global é sobre a dinamização das atividades de gestão das empresas, que são realizadas nos escritórios.

O crescimento da produção no chão de fábrica, ou na fazenda, não traz impacto direto sobre os estacionamentos.

Do ponto de vista microeconômico, a demanda por estacionamentos pagos, pelos trabalhadores, está relacionada com as novas ocupações de imóveis comerciais, de aumento do contingente de funcionários trabalhando nos escritórios. Principalmente os de cargos mais elevados, como gerentes e diretores.

Esse crescimento potencial de demanda, no entanto, pode ser anulado pelas novas tecnologias, como os aplicativos de chamada, do tipo Uber, 99 e outros.

Com esses novos instrumentos, o trabalhador de escritório pode ir de casa ao escritório de automóvel, mas dirigindo por terceiros e sem necessidade de estacionar próximo ao local de trabalho.

Tais instrumentos irão reduzir a demanda, mas não a eliminarão inteiramente.

A atividade de estacionamento pago continuará encolhida, com tendência de encolhimento ainda maior. O que acirrará a concorrência.

As que souberem se ajustar melhor às novas circunstâncias sobreviverão e poderão crescer. Outras sucumbirão.

* Jorge Hori é consultor em Inteligência Estratégica e foi contratado pelo SINDEPARK para desenvolver o estudo sobre a Política de Estacionamentos que o Sindicato irá defender. Com mais de 50 anos em consultoria a governos, empresas públicas e privadas, e a entidades do terceiro setor, acumulou um grande conhecimento e experiência no funcionamento real da Administração Pública e das Empresas. Hori também se dedica ao entendimento e interpretação do ambiente em que estão inseridas as empresas, a partir de metodologias próprias.

NOTA:

Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do SINDEPARK.


Outras matérias da edição


Reunião traz discussão sobre assuntos de interesse do setor

  Nesta quarta-feira, 9 de maio, empresários do setor reuniram-se na sede do Sindepark para mobilidade urbana e os desafios da atividade. Essa foi a primeira de uma série de encontros e as discuss&otil (...)


Motoristas gastam em média R$ 179 por mês em estacionamentos de Ribeirão Preto

Os motoristas de Ribeirão Preto pagam, em média, R$ 179,80 por mês para guard (...)


CET altera horário de interdição do 'Minhocão' na capital

CET altera horário de interdição do 'Minhocão' na capital. Ontem (08), a Companhia de Engenharia de Tráfego (C (...)


Zona Azul tem 7.862 multas em um ano (Sorocaba/SP)

A Urbes -Trânsito e Transportes já promoveu 7.862 autuações por descumprimento às regras do est (...)


Flanelinhas exigem até R$ 20 de motoristas junto ao Gasômetro (RS)

Passear nas proximidades da Usina do Gasômetro e assistir ao famoso pôr do sol do Guaíba, em Porto Alegre, pode custar c (...)


Cobrança no rotativo retorna neste mês (Taquara/RS)

Há três meses Taquara está sem cobrança de estacionamento rotativo, após a empresa Rek Parkin (...)


Transalvador amplia vagas de Zona Azul na cidade (BA)

Para atender a demanda de veículos que precisam estacionar nas vias da capital baiana, a Superintendência de Tr&ac (...)


Indústria automotiva encerra quadrimestre em expansão

A Anfavea, associação dos fabricantes de veículos, apresentou os resultados positivos registrados pelo setor no pr (...)


Empresa de soluções em eletrônica se une à Lyft e lança frota de autônomos

A Aptiv, cisão da Delphi focada em soluções de eletrônica, conectividade e segurança, firmou uma parc (...)


Cadastre a sua empresa no Sindepark

Clique Aqui